ÚLTIMOS DIAS, CAPÍTULO 1

Séculos atrás, um homem jurou destruir a humanidade, mas foi impedido por um grupo de bravos guerreiros que criaram dois seres extremamente poderosos, os Gemini, estes, se denominavam seres perfeitos e que a humanidade deveria segui-los, porém, o homem que havia sido derrotado ainda vivia poderoso em terras remotas, apenas esperando o momento certo para a sua vingança.
Chamas e destroços eram tudo o que Benjamin e seu irmão César tinham, o mundo havia sido devastado por causa do julgamento final dos Gemini, a floresta que antes era reluzente, agora jaz, os rios que antes corriam puramente ao solo, nada, e a vida humana que antes era tão cobiçada, é ainda mais cobiçada agora que a população reduziu a apenas quatro milhões. Observando através de seus capacetes de respiração, Benjamin e César tremiam de ansiedade enquanto buscavam a tropa Gemini, esses dois são chamados atualmente de imperfeitos, e são a última esperança da humanidade.
Roupas especiais os protegiam do calor do planeta, foi feita nos melhores dias da humanidade, o traje era feito de materiais que foram coletados do manto terrestre. O material foi encontrado em estado sólido no subsolo no século XXII, e por incrível que pareça, ele estava frio, isso fez com que a humanidade procurasse elementos escondidos cada vez mais fundo. A grande expansão da tabela periódica explodiu no mundo, o número de elementos saltou de 118 para quase 500. As consequências do surgimento de novos elementos evoluíram a medicina, exploração espacial, nanotecnologia, entre muitas outras áreas. As superpotências mundiais enlouqueceram, o mundo estava se tornando autônomo, com medo de perder o controle dos pequenos países os líderes políticos das grandes nações tentam subjugar simultaneamente os pequenos países.
Uma guerra surgiu, o mundo se tornou um lugar quase sem vida, a pequena população que se encontra viva mora em umas cidades-refúgio, apelidadas carinhosamente de toca de rato, pois normalmente encontrávamos elas sempre em cavernas.
Retornando aos nossos heróis, a temperatura mundial tinha subido em 80 graus desde a guerra, se o traje de algum dos dois estivesse rasgado, significaria morte. Esta viagem de Ben e César não era algo muito nobre, eles buscavam a salvação que os Gemini prometiam para os submissos, prometiam uma cidade como as clássicas.
-Ah, as clássicas são sempre as melhores – disse Benjamin
-Como assim? – Perguntou César
-Cidades, medicina e as a…– Ben sacudiu a cabeça – Não acredito que não sabe do que tô falando, anda, confessa…
-Não sei do que está falando, Ben – negou César
-Eu sei que você adora as armas clássicas, metralhadoras, pistolas.
-Humpf!
-Não negou – Benjamin abre um sorriso enorme – Haha! eu sabia!
-Cale-se – Exclamou César
-Eei – Ben reclama – não preci…
-Cala a boca – interrompe
Ao longe se aproximava dois membros da resistência, antes que pudesse notar, a coronha de um rifle nocauteia Ben, César consegue defender-se e perceber quem eram os atacantes, um guarda escoteiro Gemini que estava por ali, provavelmente rastreando os dois outros dois da resistência.
-Morra, escória rebelde! – Grita o escoteiro
-Não somos da resistência – César argumenta – parecemos rebeldes?
-Tsc, e eu pareço que me importo com o que diz?
O escoteiro aplicou um golpe de judô em César e o derrubou imobilizando-o, desse modo, ficou livre para aplicar um sedativo e capturar a segunda presa. Com a luz sumindo de sua visão, César viu os dois membros da resistência correndo em sua direção.



PetZ Written by:

Busco ao escrever uma forma de aliviar a ansiedade, e também como hobbie.